Visualizar:

▼ Postagens (729)
  • Gato esperto pra caramba

    19

    Jul
    19/07/2011 às 09h43

    Gato super esperto, adivinha onde o petisco está escondido.
  • Hora do banho

    19

    Jul
    19/07/2011 às 09h38

    Leãozinho coberto de lama vai ter que tomar um banho daqueles. Imagem: Anup Shah / Rex Features
  • Leão Ariel de Maringá começa a recuperar movimentos das patas

    15

    Jul
    15/07/2011 às 10h45

    <small>foto: Comunidade Ajuda ao Leão Ariel</small>

    Após fazer quatro meses de fisioterapia, o leão Ariel apresentou alguns sinais de melhora nas patas traseiras. Em dezembro de 2010, o felino, que vive no Canil e Escola Emanuel, em Maringá, passou por uma cirurgia para descompressão de um coágulo na medula, que impedia a sua locomoção

    A veterinária responsável pelo tratamento, Lívia Pereira Texeira, diz que apesar da evolução, não sabe se o animal voltará a andar. "Não posso afirmar isso, eu estaria me comprometendo com algo que eu realmente não sei. O Ariel tem que recuperar toda a massa muscular e melhorar a contratura das patas. Existe uma série de obstáculos a ser vencidos, mas eu acredito que chegaremos no nosso objetivo", ressalta.

    Lívia conta que Ariel desenvolveu sensibilidade nas patas traseiras e está conseguindo sentar. "No início ele não aguentava ficar nem três minutos nesta posição, agora suporta até meia hora. Ele também puxa as patas traseiras quando sente algum incômodo", relata.

    A veterinária ressalta que o tratamento é lento e gradual, tal como uma pessoa que sofre um grave acidente. O animal faz várias horas de fisioterapia por dia, com diversos aparelhos, como raio laser, ultrassom, entre outros. "No momento estamos no dedicando mais a alongamentos, exercícios que estimulem a força muscular e hidroterapia. Como está chegando o inverno, colocamos um aquecedor na piscina, que irá ajudar muito no tratamento", ressalta.

    Recentemente Ariel recebeu uma cadeira de rodas feita especialmente para ele, mas ela está sendo pouco utilizada no momento. "Como ele ficou muito tempo parado, as patas dianteiras dele, que iriam fazer a força de locomoção, ficaram fracas. Por isso estamos trabalhando a resistência desses músculos para depois, então, colocá-lo de novo na cadeira", explica.

    O proprietário do animal, Ari Marcos Borges da Silva, ressalta que não existe a possibilidade de sacrificar o felino. "Andaram dizendo isso por aí, mas nós jamais vamos desistir do bicho. Ele é nosso xodó, não existe essa possibilidade", afirma.

    FONTE: DIÁRIO DE MARINGÁ

  • Projeto Gap: primatas adoram ler revistas

    15

    Jul
    15/07/2011 às 09h44

    O Projeto Gap , que cuida de Primatas, pediu revistas e gibis para os animais se distrairem e Luisa Mell foi levar pessoalmente e ver o trabalho memorável da ONG
  • PROCURA-SE DESESPERADAMENTE EM SP

    15

    Jul
    15/07/2011 às 09h31

    Resgatei esse grandão lindo na Páscoa e ontem foi adotado e fugiu horas depois (por volta das 17:30 / 18h) na Rua Estados Unidos, esquina com a Nove de Julho, Jardins.Apesar do tamanho, ele é muito dócil. Um crianção. Não atende por nenhum nome, pois estava em um lar temporário para adoção. Telefones para contato ,se alguém o vir: 5589-1332 / 5589-8061 / 8818-9665
  • Um leão chamado Ariel

    12

    Jul
    12/07/2011 às 09h50

    Ariel ficou paraplégico e sua luta para voltar a andar.
  • Cadelinha abandonada pelos donos, espera eles voltarem na porta da casa

    12

    Jul
    12/07/2011 às 09h31

    Mais um caso de descaso do bicho HOMEM. Essa pequena criatura foi abandonada pelo dono, e não sai do redor da casa em que vivia, esperando que o dono volte. Pois segundo os vizinhos ele foi embora para o Japão, deixando 02 cães à mercê da própria sorte. Um deles fugiu e essa pequena está em um pequeno espaço ao lado da casa onde vivia. Vizinhos colocaram uma caixa com cobertores e também colocam ração e água para ela. Mas ela está muito debilitada, parece que com problemas nos olhos e também sarna, as costelas já estão aparecendo, conforme podem observar nas fotos. Como não fico em casa e também tenho 03 cães que minha mãe já idosa cuida para mim, pensei em ajudar justamente pedindo ajuda, deve existir alguém que possa vir pegá-la para cuidar e quem sabe doar ou até mesmo ficar com ela. Se ela continuar onde está nessa situação, vai acabar morrendo aos poucos.quem puder ajude essa pobrezinha. E que Deus ajude abençoe.SILVIA DIAS shymac.mac@terra.com.br]""
  • PROJETO GAP

    06

    Jul
    06/07/2011 às 15h21

    Luisa Mell visita Projeto Gap, Ong que cuida de primatas. A apresentadora do Estação Pet, levou revistas para os Chimpanzés que adoram "ler".
  • Autores do site Domus Mortem responderão à inquérito policial

    05

    Jul
    05/07/2011 às 08h02

    [[img title=""]]http://www.anda.jor.br/wp-content/uploads/2011/07/q.jpg[/img]

    Em resposta a uma matéria publicada pela ANDA, a polícia de São Paulo, a pedido do Ministério Público, abriu inquérito policial nº 287/11 na  1ª Delegacia do Meio Ambiente de SP  para apurar a apologia à violência contra animais sugerida pelo website domusmortem.com. As providências legais foram tomadas pelo deputado estadual Fernando Capez (PSDB/SP).

    O site apresentava um vídeo de um gato em uma gaiola e oferecia aos visitantes a opção de escolher o destino do animal: matar ou poupar o felino. A exibição causou polêmica por seu conteúdo pertubador e atraiu centenas de milhares de visitantes, todos muitos angustiados com o destino do animal. Internautas da Espanha, Grã-Bretanha, Alemanha, Brasil, entre outros países, se mobilizaram nas redes sociais para denunciar o site, que teve, segundo seus autores, cerca de um milhão de visitas em apenas 10 dias e teria sido derrubado três vezes por hackers.

    Josmar Bueno Junior, 38 anos, técnico cinematógrafo, é o produtor executivo do Domus Mortem e sócio-diretor da produtora Guela Cine Produções. Em entrevista à ANDA, ele declarou: “a ideia  era entreter o público dentro de uma proposta de dramaturgia ficcional ainda sem um formato definido. O site na verdade é o produto, mas ainda não sabemos aonde vamos chegar. Depois dessa repercussão é provável que tentemos comercializar algo baseado nessa produção”, afirmou com vaidade.

    [

    Em resposta a uma matéria publicada pela ANDA, a polícia de São Paulo, a pedido do Ministério Público, abriu inquérito policial nº 287/11 na  1ª Delegacia do Meio Ambiente de SP  para apurar a apologia à violência contra animais sugerida pelo website domusmortem.com. As providências legais foram tomadas pelo deputado estadual Fernando Capez (PSDB/SP).

    O site apresentava um vídeo de um gato em uma gaiola e oferecia aos visitantes a opção de escolher o destino do animal: matar ou poupar o felino. A exibição causou polêmica por seu conteúdo pertubador e atraiu centenas de milhares de visitantes, todos muitos angustiados com o destino do animal. Internautas da Espanha, Grã-Bretanha, Alemanha, Brasil, entre outros países, se mobilizaram nas redes sociais para denunciar o site, que teve, segundo seus autores, cerca de um milhão de visitas em apenas 10 dias e teria sido derrubado três vezes por hackers.

    Josmar Bueno Junior, 38 anos, técnico cinematógrafo, é o produtor executivo do Domus Mortem e sócio-diretor da produtora Guela Cine Produções. Em entrevista à ANDA, ele declarou: “a ideia  era entreter o público dentro de uma proposta de dramaturgia ficcional ainda sem um formato definido. O site na verdade é o produto, mas ainda não sabemos aonde vamos chegar. Depois dessa repercussão é provável que tentemos comercializar algo baseado nessa produção”, afirmou com vaidade.

    <p class="wp">Josmar Bueno Junior é o produtor executivo do site Domus Mortem. Foto: Divulgação

    A estratégia utilizada para angariar audiência e acessos do público é, no entanto, isenta de ética e desprovida de qualquer valor consciente e artístico.

    Segundo o promotor público, professor e colunista da ANDA, Laerte Levai, o website ultrapassou “o campo da liberdade de expressão para entrar na seara do crime. Afinal, manter um animal engaiolado sob a ameaça de matá-lo caso isso for da vontade da maioria, faz com que a responsabilidade penal recaia sobre aquele que está promovendo esse tipo de ‘jogo mortal’”, ele disse.

    Pouco preocupado com as consequências jurídicas do caso, Josmar declarou que não tinha intenção de incitar maus-tratos contra animais, mas de discutir a violência, já que o Domus Mortem seria um vilão.

    Sofrimento

    A despeito de todas as desculpas que possam apresentar, o vídeo causou sofrimento ao animal. O gato usado na experiência tem um tutor e ficou preso em uma gaiola durante mais de oito horas, segundo a produção, para que fosse gravado o vídeo. As imagens então foram apresentadas em loop com duração de oito horas para criar a ilusão de uma cena ao vivo em tempo real.

    A intenção era deixar o site no ar por um mês, mas em razão dos desdobramentos o vídeo do gato foi retirado e substituído por uma cena de uma mulher amarrada a uma cadeira.

    Visão da justiça

    O promotor Levai cita o artigo 225 par. 1º, inciso VII, que proíbe a submissão de animais à crueldade; o artigo 32 da Lei de Crimes Ambientais 9.605/09 que proíbe a prática de maus-tratos ou abusos a animais; e o Código Penal, que pune aquele que incitar publicamente a prática de crime (artigo 286) ou que faça apologia de fato criminoso (artigo 87), cuja pena varia de três a seis meses de detenção ou uma multa.

    O promotor acrescenta que “a simples divulgação disso na internet, como que deixando o destino do gato nas mãos do público, viola princípios éticos. Nenhuma propaganda pode se valer de expedientes ilícitos para promover o que quer que seja. Ninguém pode invocar o direito constitucional de expressão quando infringir outro direito constitucional, no caso o direito de os animais não serem submetidos à crueldade. Isso sem falar que tal proposta de escolha é perversa, um estímulo a outras ações sádicas em prejuízo dos animais, sabido que a internet é um mundo sem limites que garante, muitas vezes, o anonimato e a impunidade”, afirma Levai.

    Ele disse ainda que “não se pode aceitar tais abusos como algo normal, porque além de violar os direitos dos animais eles também afrontam a maioria da sociedade, já cansada de tanta apologia à violência.”

    Para o advogado, idealizador da Associação Brasileira de Advogados Animalistas e colaborador da ANDA, Carlos Cipro, além das consequências criminais, há também outras relativas aos aspectos civis: “O dano ambiental causado pela exibição mundial do crime praticado, ou ameaçado, extrapola o mero resultado do ato em si, gerando revolta e indignação em grande número de pessoas, além de deseducar ambientalmente a população, tendo relevante repercussão social. Dessa maneira, constatado o evidente dano moral coletivo, o agente deve indenizar a sociedade”, explica

    FONTE: ANDA

  • Posando pra foto

    05

    Jul
    05/07/2011 às 07h54

    Essa coisa linda ,branca e gorducha é o Musashi , cão da raça Buldogue, que o encantador de animais, Eduardo, trouxe domingo no Estação Pet

Ver postagens anteriores

Home |  Blog Grátis |  Hospedagem HTML Grátis |  Quem somos |  Parceria |  Anuncie |  Ajuda
Trabalhe no XPG |  Política de Privacidade |  Política de Segurança |  Denúncia © 2004-2017 XPG | Siga esta corrente